Novo Post no LiveJournal

Hayley Williams atualizou o LiveJounal da banda falando sobre a revista Cosmopolitan, na qual ela é a capa de Maio. Confira:

Como Eli… eu realizei esta façanha

Oi pessoal
Hoje, vamos mergulhar na discussão da sexualidade! Yeah yeah, eu quero falar sobre a capa da Cosmo. É um pouco mais do que um grande negócio para mim. E querem saber por que? Eu estou muito animada sobre isso. Ao público em geral a revista Cosmo é:
a) obsessões das mulheres  ou  b) fracasso das mulheres
Sinceramente, qualquer uma das duas opções querem dizer a mesma maldita coisa! A mídia tem claramente a nossa atenção. É fácil deixar as imagens de todas essas mulheres divinas procurando sussurrar para nós quando estamos supostamente olhando. É como ”olha aqui para os meus peitos! Não gostaria de ter estes?”, “mais caras vão gostar de você se fizer desse jeito!”, “torne-se essa foto”, blá ​​blá blá gastar todo o seu tempo, energia e dinheiro em tornar-se a idéia do mundo de “sexy”… e querem saber mais? Isso nunca vai mudar.
Não importa o quanto eu diga à mim mesma que não me importo e uso tudo o que eu quero… sempre haverão aqueles momentos em que estou no limite da meta e vejo uma pessoa linda na capa de uma revista qualquer… e eu estou como “ugh, é assim que tem que ser!?” apenas para lembrar que… no próximo mês, a garota da capa será eu.

QUE HIPOCRISIA, NÃO?!?!

Não. Aí é que está. Meu objetivo nº 1, quando a banda começou foi me tornar invisível. Eu não queria ser o ponto de foco, eu queria ser invisível! Mas honestamente, nunca fez diferença. Eu recusei um monte de capas de revistas. Eu lembro especificamente de ter recusado ser capa da revista Blender quando completei 19 anos.
E quer saber? Ninguém nunca soube. Isso nunca fez com que as pessoas se concentrassem menos em mim.
Então desta vez eu estou tendo uma abordagem diferente. Todos nós três no Paramore, temos nossos próprios papéis.
E finalmente eu aceitarei o meu. Eu vou ficar bem sendo uma “mulher poderosa”. E se é isso o que ele é… eu vou usar essa função para fazer a diferença.Este é o plano. Aqui está o meu curso de ação. VOU ser eu mesma. E VOU crescer. E definitivamente vou encontrar o tempo na minha própria vida para ser SEXY se eu quiser me sentir assim. Quem escreveu as regras?
Quem disse que uma menina que vive nesta mesma camiseta e jeans quase todos os dias não vai querer usar bombas e uma saia curta amanhã? O coração que está debaixo da roupa ainda é o mesmo.
Porque para mim, não é sobre como usar o sexo como uma arma. É sobre como eu me sinto. Alguns dias me sinto vestindo moletom. Outros dias, mais confiante… eu sou como… CARA, QUEM PRECISA DE ROUPAS!?
Ok, bem, eu não sou esse extremo, mas espero que vocês vejam o meu ponto. Se você é uma menina, acho que vai entender todas essas palavras muito bem.
Sabe aquelas manhãs em que você sai do chuveiro, está secando o cabelo em sua roupas íntimas e percebe que finalmente não se importa que você tem aquela cicatriz em sua perna?
Ou que sua pele é tão clara que, por vezes sob uma luz negativa consegue ver suas veias?… ou quando a sua pele está horrível e você esta como quem diz “Hoje eu simplesmente não dou a mínima!”.
Esses são os momentos libertadores que eu tento segurar. E eu estou esperando para ver minha cara de louca em uma capa de revista… uma garota que não está em um dia particularmente libertador, vai pensar consigo mesma que a capa de Maio parece um pouco diferente da que é utilizada usualmente pela Cosmo, e esperemos que possa até mesmo ser inspirador.
Não, eu não acho que eu sou algum tipo da graça salvadora que vai mudar as revistas do mundo todo e as mentiras que acreditamos nas manchetes todos os dias.
Mas eu sei que eu nunca pensei em mim como convencionalmente bonita, nem sexy. E apenas recentemente, eu comecei a aceitar a forma como o meu visual difere das pessoas que admiro.
Eu espero que mais de uma revista proporcione esta chance para uma garota como eu, mais uma garota terá a maldita chance de ser única, poderosa, forte em suas fraquezas, confiante em suas falhas. Porque é isso que eu estou tentando ser.

Sexy é como você quer que seja. Não deixe Cosmo dizer. Não deixe moda dizer. Mesmo seu namorado ou seus melhores amigos. O ponto é, cabe a você decidir. Eu vou fazer minha própria versão.

Só para constar, eu realmente estava esperando que uma das manchetes fossem “69 maneiras de 69″, mas creio que não vá ser. Gostaríamos de agradecer a vocês mais uma vez, por fazerem parte da nossa família. Amamos cada um de vocês.

Hayley

— Mais uma vez, eu não vou revisar ;////

Postado por: Thaís Caroline.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s