Matéria Completa da Cosmo

Confira a matéria completa da revista Cosmopolitan que trás Hayley Williams na edição de Maio (veja os scans aqui) com uma matéria super interessante, onde conversam com a cantora sobre a trajetória dela durante todos estes anos e também sobre as mais importantes conquistas do Paramore. Ela também respondeu ao Quiz da Cosmo!

Hayley Williams passa pela porta do restaurante West Village com a energia de uma bola de fogo. A jovem de 22 anos usa um casaco vermelho e o seu cabelo cor de fogo está esvoaçante e bagunçado. “E aí?!” ela diz, se aproximando para dar um entusiasmado abraço, como se nós fossemos amigas há anos. “Eu não sou vegetariana, mas a comida aqui é muuuuito boa,” ela fala enquanto a hostess nos leva até a nossa mesa. Por “aqui” ela quer dizer o Red Bamboo – um restaurante vegetariano pequeninho perto do campus da NYU. Ela insistiu nesse pequeno restaurante, aonde você fica praticamente lado a lado com os estudantes da universidade.

Como a vocalista do Paramore, Hayley poderia ter reservado uma mesa em qualquer um dos restaurantes mais badalados da cidade. A banda já vendeu mais de 3.6 milhões de discos nos últimos quatro anos.

E mesmo com dois integrantes deixando a banda no último inverno (mais sobre isso daqui a pouco!), Paramore teve shows com ingressos esgotados em três cidades durante a sua turnê pela América do Sul no começo desse ano. Enquanto a banda recebe toneladas de elogios, a maioria das criticas elogiam os vocais formidáveis de Hayley. Além de tudo isso, esse ano ela foi indicada a um Grammy pela sua participação no hit “Airplane” do B.o.B. Ela não poderia estar mais em alta.

Quando nós mencionamos que a sua escolha por esse restaurante não era exatamente o que a gente esperava da vocalista de uma banda que é famosa em diversos continentes, ela dá de ombros, dizendo “eu não sou o tipo de pessoa que vai deixar de gostar das coisas que eu gosto só porque eu tenho que me encaixar no ideal do que é ser famoso. Eu amo esse lugar. Quer dividir a porção de chicken wings?”

Claro, essa atitude de “eu sou quem eu sou” parece fácil o quando você se tornou queridinha da indústria musical e tem mais de um milhão de seguidores no Twitter te apoiando em cada palavra. Mas depois de ouvir as dificuldades que Hayley enfrentou na escola e a turbulência que cresceu junto com a ascensão do Paramore à popularidade, fica bem claro que ela tinha confiança de uma rock-star muito antes de aparecer na MTV.

                                             DRAMA NA ESCOLAHayley sempre soube que ela iria tocar em estádios.
“Quando eu era pequena e morava em Mississipi, eu chamava amigos para fazerem parte da minha banda imaginária,” ela diz. “Mas ninguém gostava de música como eu. Nós estávamos no Sul, então a maioria das pessoas gostava mais de esportes ou desfiles cívicos.” Quando perguntada se ela algum dia colocou uma coroa, ela levanta os olhos e diz, “Nunca! Meu deus… eu teria cortado meus pulsos!”

Aos 13 anos, Hayley e sua mãe mudaram para Nashville – uma cidade que vive e respira música. Ela, então, começou a cantar e até entrou na aula de canto para ajudá-la a usar todo o potencial da sua poderosa voz. Mas, enquanto as coisas iam muito bem musicalmente, a escola era um pesadelo para ela. “Eu era nova, e foi como aquele filme Meninas Malvadas,” ela diz. “Esse grupo vivia me zuando e inventando rumores que eu era lésbica. Eu não sei nem porque eles faziam isso. Eu cheguei em casa chorando um dia e contei para a minha mãe que eu não conseguia mais ficar perto deles. Então, nós decidimos que eu iria ter aulas em casa.”

Felizmente, o destino interviu, e mais ou menos nessa mesma época ela conheceu dois irmãos – Josh e Zac Farro – que tinham quase a sua cidade e partilhavam da mesma obsessão por música alternativa. Eles se tornaram amigos rapidamente e formaram uma banda. Em 2004, depois de chamarem mais um integrante (Jeremy Davis), nascia o Paramore. Quando a gravadora indie Fueled by Ramen os viram tocar, eles foram imediatamente contratados. Em 2005, eles lançaram seu primeiro álbum, All We Know Is Falling.

Meses depois Hayley encarou sua primeira doce vingança contra uma das meninas que a zuavam na escola. “Nós estávamos em turnê e a gente parou no Sonic pra comer alguma coisa, e aí uma menina chegou de patins pra pegar nossos pedidos. Era a menina malvada número um,” ela diz, batendo uma mão na outra. “Eu to com a minha banda, me achando, e eu falo “é, me dá um hot dog com milho!’ Foi a melhor sensação do mundo.”

SUCESSO E UM PÉSSIMO TÉRMINO 

Enquanto o primeiro álbum chamou um pouco de atenção, foi o segundo que fez os fãs falarem de Paramore no mesmo tom de bandas como No Doubt e Green Day. Eles lançaram “Riot!” em 2007 e  o álbum vendeu 44 mil cópias só na primeira semana. Um ano depois, a  música “Decode” foi o single principal da trilha sonora de Crepúsculo. Entre um álbum super bem sucedido e a participação em um projeto tão grande, a banda conseguiu uma visibilidade que eles nunca tinham conseguido antes, e a Hayley se tornou inspiração para muitas amantes de rock. Na época seu cabelo era laranja, ela quase não usava maquiagem e tinha um guarda-roupa formado de jeans e camisetas que a destacavam ao lado de pop stars cheias de glitter.

Hayley diz que isso foi uma escolha pensada. “Eu só queria ser um menino nessa época, porque eu não queria que ninguém focasse só em mim como a vocalista menina. Eu queria que olhassem para a banda,” ela diz.

Essa mentalidade masculina se estendeu até aos seus hábitos de beleza. “Tá vendo isso?” ela diz ao levantar a calça deixando à mostra uma tatuagem de uma gilette com os dizeres Shave Me (me depile). “Eu fiz isso porque a gente entrava em turnê e eu ficava sem depilar minha perna por semanas e os meninos levantavam minha calça e escreviam “shave me” na minha perna. Eu acabei tatuando como uma espécie de lembrete.”

Mas enquanto a banda começava a gravar seu terceiro álbum em 2009, Hayley começava a mudar. “Eu era muito nova quando tudo começou; quando eu comecei a ficar mais velha, ser a única menina começou a ficar difícil,” ela explica. “Eu tinha passado tanto tempo tentando não ser a menina, e aí, de repente, eu estava explorando esse aspecto sobre mim mesma.”
Jeremy Davis, o baixista da banda, nos disse, “Eu estava acostumado a vê-la com o cabelo sujo. De repente eu tinha que tirar esmaltes e fivelas do caminho pra conseguir pegar as minhas coisas.”

Hayley diz que boa parte da sua evolução é devida ao fato dela ter começado a pensar no que ser sexy realmente significava. “Eu aparecia naquelas listas de músicos mais sexy e ficava assustada. Eu não me via daquela forma, e eu definitivamente nunca pensei que eu poderia ser capa de uma Cosmo,” ela diz. “Depois de um tempo eu simplesmente decidi que sensualidade pode existir de várias formas distintas. Eu não sou uma loira gostosona, mas eu posso ser sexy mesmo assim. Eu acho que ser interessante é atraente também.”

Quando o Paramore começou a promover o seu terceiro álbum Brand New Eyes, no verão de 2010, a transformação da Hayley — de menina-moleque para mulher — estava completa. Ela inclusive se apresentou no MTV Video Music Awards, cantando “Airplanes” com B.o.B, de shortinho.
“Ela estava muito gata,” B.o.B diz. “Temos aí uma menina do rock alternativo, de shorts e dançando meio hip-hop com total confiança no palco. Isso sim é sexy.”

Infelizmente, enquanto Hayley começava a se encontrar no seu melhor, a banda se partia. Josh e Zac Farro resolveram deixar o Paramore em dezembro… e com bastante drama por trás da saída dos dois. Josh postou uma carta em seu blog, dizendo, “Nós sempre fomos tratados com menor importância do que a Hayley.” Mas quando nós a perguntamos sobre isso, Hayley se recusa a falar alguma coisa desagradável. “Eu escolhi olhar para isso de forma positiva. Isso fez com que nós três restantes no Paramore, sentássemos e tivéssemos uma conversa franca sobre como nós queríamos que fosse o futuro da banda, e nós temos certeza que vamos continuar por um bom tempo.”

APAIXONADA POR UM HOMEM MAIS VELHO

Uma parte da vida de Hayley que ainda não tem nenhum tipo de drama é o seu relacionamento. Ela está namorando Chad Gilbert (30), guitarrista do New Found Glory, há três anos.
“Ele é sete anos mais velho, mas nós simplesmente damos certo e eu sinto que eu tenho mais coisas em comum com ele do que com qualquer outra pessoa na minha vida. Ele é o meu melhor amigo,” ela diz sorrindo.
Apesar disso, ela admite que namorar outro músico tem suas desvantagens: “Nós dois temos agendas super apertadas e  nós temos o pior timing que qualquer outro casal que eu conheça,” ela ri. “Eu não ligo pra ele até exatamente a hora que ele está prestes a começar a gravar, e ele não liga de volta até a hora que eu estou no meio de um photoshoot. Três meses foi o máximo que a gente já passou separado, mas nós nos esforçamos muito pra continuarmos ligados.”

Hayley não quer falar muito mais sobre Chad, mas ela revela quais qualidades ela acha mais importante em um homem. “Eu gosto de homens que são populares com outros homens,” ela diz. “E eu amo estar rodeada de pessoas, então eu gosto de um cara que seja sociável.”

Mesmo estando apaixonada, Hayley diz que ela realmente gosta de ter tempo para ficar sozinha. “Eu acho que é importante estar em contato com si próprio e ter certeza de que você está sendo quem você realmente quer ser. Eu sou uma namorada melhor quando eu sou verdadeira comigo mesma. Eu simplesmente sou mais feliz sendo eu mesma.” Ela olha em volta e chama a garçonete. Empolgada, ela diz, “Nós temos que pedir milkshakes de soja. Sério, eles vão fazer o seu dia!

O Quiz da Cosmo:

Nome:Hayley Williams

Apelido:Hayleyball, HBomb, Spongebob (dentes separados)

Eu acho que é sexy quando um cara: 
    a) Tem um corpo bonito.
b) Toca guitarra.
c) É um bad boy.
d) Deixa eu roubar a cena.
e) Outro: não tem medo de sorrir  =]

Se eu pudesse trocar de vida com alguma outra cantora por um dia, seria:
    a) Lady Gaga.
b) Taylor Swift
c) Amy Winehouse
d) Erykah Badu
e) Outra: não precisa trocar, só queria sair mais vezes com ela.

Se você olhasse dentro da minha bolsa, você se supreenderia ao descobrir: que não existe uma bolsa pra ser olhada. 

A parte do meu corpo que eu gosto mais é: 
 a) Peito
b) Pernas
C) Bunda
d) Boca
e) Outro: às vezes ela simplesmente tem ótima aparência.

Eu secretamente tenho medo de: palhaços, mas agora não é mais segredo… droga. 

Eu sou totalmente viciada em: malas vintage, style.com, tumblr e twitter.

Você sabe que está apaixonada quando: 
você não precisa provar nada. 

Se eu não fosse cantora, eu seria:uma esteticista ou maquiadora. Ou alguma coisa que me permitisse tomar laticínios. Milk shakes são meus preferidos. 
Obs: ela ama laticínios, mas evita para manter a sua voz forte.

Créditos: Paramore Brasil

Postado por: Thaís Caroline.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s