Novo post no LiveJournal

Confira o mais recente post da Hayley no LiveJournal da banda, que menciona ainda o que ela postou em seu Tumblr.

Redes sociais, colecione todas

Acabei de postar isso no Tumblr
Fui à festa do Jeremy Scott x Adidas ontem. Eu gostaria de apontar 
rapidamente (em seguida, evitar seus olhos em outro lugar) o fato de que eu NUNCA fui à Coachella. No entanto, na noite passada, eu fui à um desses pós-festa. Isso é muito controverso. Eu deveria me envergonhar.

De qualquer modo, eu só queria dizer que eu conheci algumas pessoas realmente legais na noite passada. Pessoas que eram completamente diferentes umas das outras. Pessoas que estavam animadas para sair e se libertar. Foi legal estar cercada de completos estranhos durante a noite. As vezes, acho que é bom fazer algo fora da sua rotina. Eu normalmente não saio de casa às 10 horas da noite para dirigir por 2 horas e ficar fora até as 4 da manhã. Talvez eu goste demais da minha cama? O que eu estou tentando dizer é … há milhões de pessoas nesse planeta (isso é só uma estimativa) e nós nunca vamos conhecer bem à TODOS. Muitos de nós nem vamos nos conhecer. Mas quando nós damos um passo fora do comum e começamos a deixar nossas pegadas em outros lugares nós temos muito mais chances de causar impacto, de aprender algo realmente novo, de descobrir quem nós realmente somos vendo uma parte nossa em um lugar completamente estranho.

Não julgue. Não fique dentro de casa o tempo todo. Saia e deixe com que alguém descubra quem você realmente é.

Mas eu quero ir um pouquinho mais longe com vocês aqui…
Minha experiência ontem a noite teve tanta coisa relacionada com a 
musica ‘Careful’. Há um mundo inteiro aí fora e ele é feito de toneladas de seres humanos vivendo e respirando à sua maneira através de cada dia. A maioria de nós: perdidos, confusos e estranhos. Mas quem se importa? Nós temos pouco tempo para ficar julgando e apontando, ‘protegendo’, a nós mesmos só porque nós temos medo das pessoas ou experiências com as quais nós não somos familiarizados. A última coisa que eu quero dizer é que deveríamos nos perder e correr pelas ruas em nome do amooor. O que eu estou dizendo é: as pessoas na minha frente, esperando na fila da Starbucks tem uma história assim como eu… e em certo momento eu provavelmente poderia aprender uma coisa ou duas com elas. É fácil ficar fechado, trancar a porta e dizer que você está bem com a vida que tem… mas tente algo diferente uma vez ou outra só para correr o risco de poder dizer que você fez alguém se sentir amado.

EDIT: Oh, eu esqueci de me despedir. Que rude!

Amo muito vocês,
Hayley

Postado por: Biiah Ferrero

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s